O que é o Biodiesel e por que ele é importante

No início do ano publicamos um artigo sobre o reaquecimento da economia previsto para 2021 - em parte, em função do início da vacinação e as novas perspectivas para o mercado. Você pode ler o artigo clicando aqui.

Os indícios desse reaquecimento ficaram ainda mais claros nos meses de março e abril, quando as importações de Óleo Diesel no país aumentaram para 1,38 milhão de metros cúbicos - voltando aos números praticados no final de 2019, antes da pandemia.

Em função disso, para manter o preço do Óleo Diesel competitivo internamente, o governo reduziu os níveis de Biodiesel que deveria ser misturado para apenas 10%. Ao longo dos últimos meses, esses níveis têm oscilado entre 13% (B13) e 10% (B10), mas já foi estimado que para o 4º bimestre (julho a agosto) continuará valendo o B10.

Mas o que é o Biodiesel e por que ele é importante?

O Biodiesel pode ser produzido a partir de várias matérias-primas diferentes, sendo a mais comum os óleos vegetais - esse foi um dos fatores para a diminuição da porcentagem obrigatória determinada pelo governo para os próximos meses, uma vez que os altos valores do óleo vegetal no mercado internacional acabariam por encarecer o produto - e ele é então uma mistura do Óleo Diesel comum com esse óleo vegetal, a fim de resultar num combustível renovável, que também reduz a emissão de poluentes e melhora o desempenho dos motores.

A mistura do Biodiesel passou a ser obrigatória em todo o país em 2008. Inicialmente, a porcentagem dessa mistura era apenas de 2%, mas foi aumentando a cada ano. Em 2019, a ANP (Agência Nacional de Petróleo) autorizou o uso entre 11 e 15% - embora tenha decretado porcentagens mais baixas em momentos de crise, como os 10% atuais.

Desde então, a ANP faz audiências recorrentes sobre o programa de monitoramento da qualidade do Biodiesel, de modo a garantir que o produto final continue dentro dos objetivos e padrões definidos pela instituição.

Esse acompanhamento é fundamental para garantir mais segurança para todos. Desde que foi estabelecida a obrigatoriedade e os monitoramentos de qualidade, as especificações para o Biodiesel já passaram por duas revisões, estando prevista uma terceira para este ano.

Por ser um material químico complexo, é preciso levar em consideração que também as etapas de transporte, manuseio e armazenamento influenciam na qualidade final do produto. Por isso é fundamental contar com um fornecedor certificado e de acordo com as normas de segurança e qualidade.

A ANP também está tomando medidas para ter maior controle do Biodiesel e do Óleo Diesel comum, com amostras ao longo do ano, a fim de acumular mais informações a respeito do desempenho e qualidade na trajetória como um todo.

Na hora de contratar um fornecedor, procure saber sobre seus certificados e licenças. Dessa maneira você garante mais segurança para o seu negócio, segurança para o meio ambiente e também a qualidade e procedência do Óleo Diesel que está adquirindo.

A Serra Diesel oferece solução completa em Óleo Diesel e Arla 32 a domicílio no RS e SC. Atendimento diferenciado e logística eficiente.

 

No Rio Grande do Sul, ligue (54) 3287.1801.

Em Santa Catarina, ligue (48) 3521.1802.